Seleção FC

Início » Sem categoria » Europa

Arquivo da categoria: Europa

Morre o homem, fica a lenda

Eusébio da Silva Ferreira, ou simplesmente Eusébio, faleceu nesta semana em razão de uma parada cardiorrespiratória. Para muitos, foi o maior jogador português de todos os tempos e figura na lista dos maiores jogadores da história. Ídolo da seleção portuguesa e também do Benfica, time que construiu uma estátua para homenageá-lo EM VIDA. Foi o primeiro jogador internacional a deixar seus pés gravados na calçada da fama do Maracanã, mesmo sem ter disputado uma única partida naquele estádio.

Imagem

Gravura de Eusébio, o craque português

Fez parte da Seleção Portuguesa de Futebol entre os anos de 1961 e 1973. Sua estreia pelo selecionado aconteceu nas eliminatórias da Copa de 1962, na derrota por 4 a 2 para Luxemburgo. Eusébio marcou o primeiro dos seus 41 gols em 64 jogos disputados pela seleção.

Imagem

Pantera Negra jogou 64 vezes pela seleção de Portugal

Quis o destino que o Pantera Negra, como era conhecido, disputasse apenas uma Copa do Mundo, oportunidade que não desperdiçou e aproveitou para fazer história em 1966. Só não fez chover naquele ano. Foram 12 jogos e 12 gols. Na Copa foram nove gols em seis jogos disputados. Sua atuação mais épica foi contra a Coréia do Norte. O selecionado lusitano perdia por 3 a 0, mas, comandados por Eusébio, os portugueses conseguiram uma virada histórica de 5 a 3. O Pantera Negra balançou as redes quatro vezes. Eusébio levou os portugueses para o inédito terceiro lugar.

Imagem

Eusébio é o terceiro maior artilheiro da seleção portuguesa com 41 gols

Sua despedida da seleção aconteceu em partida das eliminatórias para a Copa de 1974 em um modesto 2 a 2 contra a Bulgária.

Para muitos, Cristiano Ronaldo já pode ser considerado o maior jogador português de todos os tempos. Aos saudosistas não resta dúvidas de que Eusébio foi melhor. Ambos são lendas das história do futebol português e estão acima de comparações. Viva o futebol, fique com Deus Eusébio!

Imagem

Eusébio sempre era festejado pelo público

Confira um vídeo do Youtube sobre o Pantera Negra na Copa de 1966

Créditos:

photo credit: calciostreaming via photopin cc

photo credit: calciostreaming via photopin cc

photo credit: kaysha via photopin cc

photo credit: Graffiti Land via photopin cc

1942 e 1946 – As copas que não existiram. Quem venceria?

Quais seleções venceriam as copas de 1942 e 1946?

Transferimos este texto para o link: http://valendoesportes.com.br/1942-e-1946-quais-selecoes-venceriam-as-copas-do-mundo-que-nao-existiram/

Acesse!

 

Você sabia que Israel Já jogou Eliminatórias na Oceania?

Israel nasceu no Oriente Médio em 1948 (de forma independente). Entretanto, quando o assunto é futebol, o país vive em constante mudança geográfica. Atualmente parece ter se fixado na Europa, mas antes disso já foi visto na Ásia e até na Oceania.

Imagem

Israel tem um título da Copa da Ásia, de 1964 (Foto: Reprodução Internet)

De 1954 a 1974, a seleção israelita disputou os torneios da AFC. Foi seu melhor momento no futebol. Em quatro Copas da Ásia, Israel foi campeão em 1964 (jogando em casa), vice-campeão em 1956 e 1960, e terceiro colocado em 1968. Foi também neste período que disputou sua primeira e única Copa do Mundo, em 1970, no México. No torneio, foi eliminado na primeira fase com dois empates e uma derrota.

Imagem

Seleção Israelita perfilada durante a Copa de 1970 (Foto: Reprodução Internet)

Com o grande contraste político/religioso vivido com seus vizinhos. A AFC se viu obrigada a expulsar Israel de sua entidade em 1974. Foi então que sem confederação fixa, a seleção disputou eliminatórias intercontinentais, na Europa e até mesmo na Oceania. Seus clubes ficaram órfãos e não disputaram torneios continentais de 1968 até 1996. Com a seleção não foi diferente, apenas o time olímpico teve participação em Montreal 1976. Na ocasião, foi eliminada pelo Brasil, nas quartas-de-final.

Imagem

Seleção durante a Copa de 1970 (Foto: Reprodução Internet)

A Seleção Israelense esteve próxima da Copa de 1990, mas foi eliminada na repescagem pela Colômbia de Higuita, Valderrama e Rincón. A partir de 1991 teve sua entrada na UEFA aceita e desde então permanecesse disputando torneios locais com a seleção e seus clubes. Porém, fracassou em todas as oportunidades de se classificar para Eurocopas e Copas do Mundo.

Imagem

Israel ficou em terceiro nas Eliminatórias para a Copa de 2014 (Foto: Reprodução Internet)

A última foi para 2014, quando ficou em terceiro lugar no grupo composto por Irlanda do Norte, Luxemburgo, Rússia, Azerbaijão e Portugal.

Islândia pela primeira vez na repescagem

Escudo da Seleção da Islândia (Imagem: Reprodução Internet)

Escudo da Seleção da Islândia (Imagem: Reprodução Internet)

Dificilmente a Seleção da Islândia de Futebol estará na Copa do Mundo 2014, mas chegar na fase de repescagem já pode ser considerada uma vitória para o selecionado nórdico. Pela primeira vez poderão ter chances reais de se classificarem para uma fase final de Copa do Mundo.

A surpresa se deve ao fato de a Islândia ter feito parte do Pote 6 das eliminatórias  e ser a única entre as seleções de menor expressão com bons resultados conseguindo assim alcançar a fase de repescagem. A campanha na fase de grupos das eliminatórias foi excelente. Em 10 jogos foram cinco vitórias, dois empates e três derrotas. Conseguiu deixar Eslovênia, Noruega, Albânia e Chipre para trás e assegurou o segundo lugar do grupo com 17 pontos.

Entre os jogos de destaque estão a vitória sobre a Noruega, por 2 a 0, em casa, a vitória sobre a Eslovênia, por 2 a 1, fora de casa, e o empate com a Suíça, em 4 a 4, na casa do adversário.

Islândia em números:

10 jogos
5 vitórias
2 empates
3 derrotas

Jogos da Islândia nas Eliminatórias:

Islândia 2 x 0 Noruega
Chipre 1 x 0 Islândia
Albânia 1 x 2 Islândia
Islândia 0 x 2 Suíça
Eslovênia 1 x 2 Islândia
Islândia 2 x 4 Eslovênia
Suíça 4 x 4 Islândia
Islândia 2 x 1 Albânia
Islândia 2 x 0 Chipre
Noruega 1 x 1 Islândia

Islândia empatou com a Suíça jogando fora de casa

Islândia empatou com a Suíça jogando fora de casa (Foto: Reprodução Internet)

Possíveis adversários

Como se classificou com 17 pontos, a Islândia fará parte do Pote 2 da repescagem juntamente com França, Suécia e Romênia. Poderá ter pela frente Ucrânia, Portugal, Croácia e Grécia. Teoricamente as chances são maiores caso ocorra um confronto contra a Grécia, seleção menos badalada entre as outras listadas.

Bósnia e Herzegovina na Copa 2014

Escudo da Seleção da Bósnia Herzegovina

Escudo da Seleção da Bósnia Herzegovina (Imagem: Reprodução Internet)

A Bósnia e Herzegovina conseguiu nesta terça-feira (15/10) se classificar pela primeira vez para a fase final da Copa do Mundo FIFA. Após quatro eliminatórias sem sucesso, a seleção do leste europeu conquistou o primeiro lugar do grupo G e carimbou sua vinda ao Brasil.

A seleção fez 10 jogos e conseguiu oito vitórias, um empate e uma derrota. Fizeram parte de seu grupo Liechtenstein, Letônia, Grécia e Eslováquia.

A classificação não foi fácil. Foi praticamente decidida no confronto direto com a Grécia, quando conseguiu quatro de seis pontos possíveis. Tropeçou contra a Eslováquia, em casa, mas se recuperou fora contra o mesmo adversário.

Além disso, outro fator determinante foram as goleadas contra as seleções mais fracas, que garantiram um grande saldo de gols e a vantagem sobre a Grécia.

Desempenho da Seleção nas Eliminatórias:

10 Jogos: 8 vitórias, 1 empate e 1 derrota. 30 gols marcados e 6 gols sofridos.

Resultados dos jogos:

Liechtenstein 1 x 8 Bósnia
Bósnia 4 x 1 Letônia
Grécia 0 x 0 Bósnia
Bósnia 3 x 0 Lituânia
Bósnia 3 x 1 Grécia
Letônia 0 x 5 Bósnia
Bósnia 0 x 1 Eslováquia
Eslováquia 1 x 2 Bósnia
Bósnia 4 x 1 Liechtenstein
Lituânia 0 x 1 Bósnia

Artilheiros da Bósnia nas eliminatórias:

Edin Dzeko (Manchester City-ING) – 10 gols
Vedad Ibisevic (Stuttgart-ALE) – 8 gols
Zvjezdan Misimvic (Guizhou Renhe-CHN) – 5 gols
Miralem Pjanic (Roma-ITA) – 3 gols
Ermin Bicakcic (Eintracht Braunschweig-ALE) – 1 gol
Izet Hajrovic (Grasshopper-SUI) – 1 gol
Senad Lulic (Lazio-ITA) – 1 gol
Haris Medunjanin (Gaziantepspor-TUR) – 1 gol

Dzeko é o craque da seleção européia

Dzeko é o craque da seleção européia (Foto: Reprodução Internet).

Bósnia nas eliminatórias das copas anteriores

Anteriormente foram quatro eliminatórias fracassadas. A primeira foi para a Copa da França 1998 quando foi quarto colocado em um grupo com: Grécia, Dinamarca, Croácia e Eslovênia. Naquela oportunidade Dinamarca (1ª) e Croácia (repescagem) conseguiram a classificação para a Copa.

Repetiu o quarto lugar nas eliminatórias para 2002 em um grupo com: Espanha(1ª), Áustria (repescagem e eliminada), Israel, Liechtenstein. Para 2006, terminou em terceiro lugar e ficou mais uma vez fora. Fez parte do grupo com: Sérvia e Montenegro (1ª), Espanha (repescagem e classificada), Bélgica, Lituânia e San Marino.

Para a África do Sul 2010, a Bósnia conseguiu o segundo lugar no grupo formado por Espanha (1ª), Turquia, Bélgica, Estônia e Armênia, mas na repescagem foi eliminado por Portugal após duas derrotas por 1 a 0.

Seja Bem vinda a Copa!!!